Páginas

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Decifrando dados e informações para o sucesso

Por Sandra Elisabeth

"Talvez vá parecer que estou mudando o foco deste blog; porém no final observarão que tem tudo a ver!"

Como já devem saber sou diretora da Sýndreams Aceleradora e também professora universitária, que como tal, além de lecionar tenho o papel de ajudar os jovens a se encontrarem profissionalmente.

Neste papel, ouço muito coisas do tipo: 'faço contabilidade porque gosto de matemática'; 'faço farmácia porque odeio química' ou ainda 'faço engenharia de produção, mas só gosto da parte administrativa'.

Pois bem, o que isso significa? Será que os jovens estão tomando decisões sem ter informações suficientes sobre o assunto a ser decidido? Será que assim como fazem com as notícias da Internet, apenas leem o título e acham que já sabem tudo sobre o tema e podem decidir? Se essa é atitude dos jovens no momento de decidirem suas vidas, suas carreiras... me pergunto: "- Como estão decidindo sobre todo o resto?".

Percebo que os empreendedores estão seguindo esse mesmo modelo - ler o título e achar que sabe. Eles ouviram na TV e viram na Internet que existe um tal de Investidor Anjo que dá dinheiro para as Startups e a partir daí passaram a acreditar que basta ter uma ideia para ficarem milionários.

Sei que não falta informação, sinto que falta atenção de quem está "lendo" as informações. Se os jovens ou empreendedores tivessem mais atenção descobririam, por exemplo, que contabilidade é uma ciência social aplicada (não uma ciência exata) e que apesar dos cálculos contábeis, no final do dia o que conta mesmo é saber quais decisões tomar baseado na interpretação dos números apresentados! Perceberiam que existe sim o Investidor Anjo, porém ele só vai colocar dinheiro em uma startup que já está faturando, que mostrou que existe cliente para seu negócio.

E claro, para tomar decisões é sempre necessário conhecer o assunto com profundidade, seja sobre sua carreira ou o destino da sua empresa!

Portanto pare de "achar que"; certifique-se que compreendeu tudo, tire a prova dos nove; conheça bem... depois decida-se. Só assim alcançamos o tão desejado sucesso!

segunda-feira, 18 de julho de 2016

Como preparar um bom pitch ou apresentação para investidores?

Por Sandra Elisabeth

O movimento de startups e pequenos empreendimentos vêm crescendo mais a cada dia que passa. Mais e mais empreendedores têm grandes ideias e resolvem coloca-las em prática rapidamente no mercado.

Sabemos, no entanto, que conseguir dinheiro para tirar uma ideia do papel ou para aumentar a escalabilidade não é algo tão simples. Além de todos os documentos, planos e provas que seu empreendimento será muito lucrativo, há ainda a necessidade de uma apresentação sobre o negócio.

Se essa apresentação fosse depois de enviados todos os documentos e provas que o negócio é realmente bom, talvez fosse mais fácil. O problema é que geralmente precisamos primeiro convencer o investidor a nos ouvir ou a ler esses registros. Esse processo de ‘convencimento’ pode ser chamado de pitch: uma apresentação que pode variar de 1 a 5 minutos.

Talvez você já saiba que um pitch tem esse tempo e ache difícil colocar todas as informações nele.

Quero aqui deixar algumas dicas para que você consiga montar sua apresentação no tempo desejado:



1º Caso você tenha apenas 1 minuto para fazer o pitch:

Priorize:

a. O que você faz, qual é o seu negócio estratégico, ou seja, qual benefício você vende para o seu cliente.
Exemplo: se você desenvolveu um software inicie dizendo “meu negócio é facilitar a gestão empresarial, oferecendo recursos para rápida tomada de decisão, através de software”.

b. O que você busca; deseja do investidor. Lembre-se nesse momento o que você mais precisa é do tempo dele, para poder te ouvir e compreender mais sobre sua ideia.
Sugestão: “Gostaria de uma reunião de 15 minutos para poder lhe dar mais detalhes do meu projeto. Aqui esta meu cartão, se puder gostaria de ficar com o seu para lhe enviar mais informações”.


Você pode pensar ‘só 15 minutos?’ não é muito pouco?! Não, é tempo suficiente. Provavelmente se o investidor gostar da sua ideia lhe dará mais do que isso de tempo. Você pede 15 minutos porque sabe que ele é uma pessoa ocupada e por isso você respeita e entende. Assim só quer 15 minutos!

2º Caso você tenha 2 minutos para fazer o pitch:

Complemente a apresentação anterior com:

a. Quanto você já faturou até o momento ou quantos pedidos você já têm para entregar.
Caso você não tenha faturado nada e não tem nenhum cliente em vista, esse ainda não é o momento para buscar um investidor. Já falamos em outros artigos que os investidores preferem os negócios que já estão faturando, mesmo que pouco, e que tenha previsão de crescimento!

3º Caso você tenha de 3 minutos para fazer o pitch:
Siga as seguintes instruções:

a. O que você faz, qual é o seu negócio estratégico, ou seja, qual benefício você vende para o seu cliente.

b. Apresente informações importantes sobre o mercado. ATENÇÃO o investidor sabe que o Brasil está em crise, então não repita esta informação para ele ouvir. Traga dados relevantes sobre o seu mercado específico. Uma dica é buscar informações nos sindicatos e associações que atuem em mercados semelhantes ao seu.

c. Mostre seus concorrentes, diga quem eles são. Jamais se considere único, a não ser que você tenha a patente industrial. Se esse for o caso, fale isso na apresentação.  IMPORTANTE não diga que seu concorrente é pior que você, diga apenas o que você faz e o que o seu concorrente faz (não precisa falar meu concorrente não faz...). A decisão de melhor ou pior fica por conta de quem está te ouvindo!

d. Depois diga como você ganha dinheiro com seu empreendimento; você vende, aluga, empresta, ganha com publicidade, etc. E depois como vai garantir a escalabilidade do negócio.

e. E por fim apresente sua equipe e o que cada um faz. Não precisa apresentar os PhDs de cada um, apenas quem são e quais as responsabilidades que têm na empresa.

Parece que vai passar o tempo, mas na verdade esse modelo cabe em 2 minutos e 45 segundos, comprovadamente. LEMBRE-SE claro de colocar só as informações necessárias, sem firulas! Cinco (5) slides são suficientes para uma apresentação destas, uma para cada tópico.

Se você tiver menos de 3 minutos para fazer um pitch, NÃO USE SLIDES, no máximo uma tela com sua logomarca.

Outro ponto importante a considerarmos: o pitch é uma venda! O investidor é como um cliente. Assim não se prenda em informações técnicas de como seu produto funciona, prefira dizer os benefícios que ele traz. Se o investidor se interessar pelo seu produto ele vai perguntar dados técnicos e provavelmente te convidará para uma reunião mais longa!

Muita informação vai transformar sua apresentação em uma “narração de jogo de futebol” e não é esse o objetivo. Você precisa falar com calma e tranquilidade, lembre-se disso e boa sorte em sua próxima apresentação!

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Sýndreams participa do 8º Concurso Acelera Startup FIESP

Nos dias 05 e 06 de julho alguns dos mentores da Sýndreams participaram do 8º Concurso Acelera Startup FIESP – Etapa Capital.

Stéfano Carnevalli e Sandra Elisabeth
Durante a tarde do dia 05 de julho, Sandra Elisabeth e Stéfano Carnevalli atenderam diversas startups e tiraram dúvidas sobre mercado de moda e investimentos. Além destas mentorias também acompanharam a desenvoltura das startups aceleradas pela Sýndreams que foram selecionadas para apresentarem seus projetos no evento!

Eduardo Elias (Yashar) e Sandra Elisabeth

Carlos Bueno (Pony Toy); Renato Rossi (NextSolar) e Dilton Caldas (Moovup)

Sandra Elisabeth; Elisa Ventura (Lole) e Maiara Lemos (Locauz)
Para Sandra Elisabeth é uma honra poder participar como mentora do Concurso Acelera Startup e poder auxiliar os jovens empreendedores a terem negócios mais sustentáveis do ponto de vista econômico/ financeiro.

Sandra Elisabeth mentorando durante o Concurso Acelera Startup
No dia 06 de julho foi a vez de Stéfano Carnevalli avaliar as startups. Foi uma manhã bem produtiva e com bons projetos apresentados, afirmou Stéfano Carnevalli.

Sandra Elisabeth avaliando projetos durante o Concurso Acelera Startup
Nesta etapa do Acelera os grandes ganhadores foram:

Setor de Moda:
Luciano Bueno
Horvatch
Camisa que não suja e não amassa!


Setor de Agrobusiness:
Rodrigo Perez
BR3 – Dengue Tech
Produto que mata a larva do mosquito da dengue.


À equipe do CAF que organiza o Concurso Acelera, nosso muito obrigado pelo convite e contem sempre conosco!

Desejamos muito sucesso e trabalho a todos!


Veja a matéria completa na Globo News.

segunda-feira, 4 de julho de 2016

Resultados Sýndreams Aceleradora

Por Sýndreams

Estamos muito felizes em anunciar que teremos sete (7) Startups participando da 8ª Etapa do Acelera Startup FIESP – Etapa São Paulo que é organizado pelo Comitê Acelera Fiesp (CAF), da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

As Startups classificadas foram:

 Circulartes



O Concurso Acelera Startup é maior evento de investimento-anjo da América Latina e tem como objetivo fomentar o empreendedorismo, além de integrar as necessidades e as expectativas dos empreendedores e dos investidores interessados em investirem em projetos e/ou empresas inovadoras.

Os participantes, previamente selecionados pela Comissão Organizadora, têm a oportunidade de participar de palestras, workshops, mentorias e avaliações classificatórias, inclusive com investidores. Os melhores empreendedores (finalistas) têm a oportunidade de apresentarem os seus negócios, no modelo de “elevator pitch”, à banca de investidores mais seleta do mercado. Dentre os finalistas, os melhores avaliados são considerados como vencedores do Concurso, para fins de premiação.

Geralmente tem-se de 4.000 a 5.000 startups cadastradas e apenas 300 selecionadas! Ter estas startups participando para nós é muito gratificante, porque demonstra que estamos no caminho certo.

Esperamos obter bons resultados neste evento para nossas startups – principalmente de networking!


É isso aí! Vamos em frente!

Acelere sua startup com a Sýndreams: www.syndreams.com.br/acelerar.htm

Saiba como investir em uma das startups aceleradas, envie mensagem para criativa@syndreams.com.br