Páginas

terça-feira, 2 de maio de 2017

Concorrente é referencial e não ameaça!

Por Sandra Elisabeth

Na administração ouvimos com certa frequência que concorrente bom é concorrente morto! Mas porque? Porque se não houver concorrente não há referencia, ou seja, o cliente não consegue comparar atendimento, produto, serviço, etc. simplesmente por não haver outro com quem fazer.


Então vamos sair “matando” os concorrentes? NÃO! Pelo contrário, ter concorrentes facilita a comunicação com os clientes, pois eles sabem que existe este produto ou serviço, ajuda a construir mercado, a desenvolver fornecedores, a criar legislações de apoio... enfim é muito mais positivo que negativo.

Agora, se o seu concorrente está te incomodando tanto, já parou para pensar que na verdade o problema é com você? Sim, se seu cliente prefere comprar do seu concorrente o que ele, concorrente, está oferecendo de benefícios que fez o cliente ter esta escolha?

Se é o preço que atraí o cliente, será que seu concorrente conseguiu uma negociação melhor com o fornecedor? Você não conseguiria uma negociação melhor com o fornecedor? Não conseguiria melhorar os processos produtivos para diminuir os custos variáveis?

Se o concorrente está criando comunicações melhores que a sua, não está na hora de trocar de agência publicitária? A responsabilidade é toda sua!

Se o cliente não consegue chegar até você, ou se a localização do seu concorrente é melhor que a sua, já pensou em mudar de endereço? 
Ah, onde você está hoje não paga aluguel, ok... mas o cliente consegue chegar até você? Analise bem.... as vezes vale a pena alugar o seu espaço para um terceiro e com o dinheiro que receber pagar um outro ponto para você!

Agora, se o produto ou serviço do seu concorrente for melhor que o seu... Está na hora de inovar, buscar diferenciações, melhorar, investir em desenvolvimento.

No fim, o concorrente nos ajuda a analisar se o que estamos fazendo é ou não viável. Se atende ou não o cliente! E aí a responsabilidade de mudança é nossa!

Portanto, pare de culpar seu concorrente por você não conseguir vender! Avalie o que está acontecendo e aja no problema!

Não seja como o Homer Simpson, que afirma que “Se a culpa é minha, eu coloco em quem eu quero!”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário