Páginas

terça-feira, 25 de julho de 2017

Sýndreams é selecionada para programa Startup Indústria da ABDI

por redação e 

A Sýndreams Aceleradora de startups e empresas, com sede em Sta Bárbara d´Oeste-SP, é uma das selecionadas para atuar como Instituição de Apoio no Programa Startup Industria promovido pela ABDI.

A iniciativa da ABDI, que é ligada ao Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic), tem como objetivo causar um impacto positivo nas indústrias e abrir mercado para as startups. O programa investirá mais de R$ 50 milhões, nos próximos três anos, na promoção do ambiente de negócios entre startups e indústrias, com foco na integração digital da cadeia de valor dos produtos industriais, por meio das startups.

São seis fases no total. A primeira fase selecionou 100 startups, 10 industrias e 17 instituições de apoio para a próxima etapa que é o matchmaking, quando os primeiros grupos de trabalho são formados.

O presidente da ABDI, Guto Ferreira, explica que o Startup Indústria nasceu em um contexto de construção colaborativa, com base nas metodologias de startups, pautadas pela agilidade, cooperação e pensamento lean. "O Conexão Startup Indústria é o maior marco do governo federal na busca por conectar a nova geração tecnológica, representada pelas startups, com a indústria nacional. É uma mostra de que a ABDI pode e deve dar a direção estratégica para este novo caminho do setor produtivo brasileiro”, ressaltou Ferreira, ao comemorar a divulgação do ranking das selecionadas, “composta por representantes de peso do ecossistema da inovação no país”.

Das cem startups, as indústrias vão selecionar quatro startups cada de acordo com suas demandas (problemas tecnológicos ou que elas têm em alguma parte do seu negócio) e as instituições de apoio escolhem as empresas nascentes que têm interesse de se conectar e apoiar.

Depois de firmadas as parcerias, as empresas nascentes serão premiadas. Cada uma das 40 startups escolhidas pelas companhias receberá até R$ 200 mil, sendo R$ 80 mil da ABDI e investimento das instituições de apoio.

Na sequência entra a 3ª fase do Startup Indústria, chama de Prova de Conceito. Os empreendedores começam a parte prática, desenvolvendo seus produtos/serviços e as instituições vão ajudar como faz tradicionalmente, com mentorias e apoio em questões jurídicas e gerenciais, por exemplo.

Pela Sýndreams, a coordenação será feita por Stéfano Carnevalli, que já trabalhou no CIESP e SENAC-SP e têm grande experiência com industria e inovação em modelos de negócios. "As Instituição de Apoio vão auxiliar o desenvolvimento do projeto entre a Industria e a Startup. Faremos uma atuação de mentoria as startups e conexão com possíveis investidores", reforça Stéfano Carnevalli .

"As startups selecionadas já estão em operação e com demandas reais das industrias, passam a ter uma atratividade maior para investidores anjo ou mesmo fundos de investimento. É um programa importante e com certeza vai movimentar a economia do país. Estou empolgado com o desafio." finaliza Stéfano Carnevalli.

Mais informações:

Sýndreams www.syndreams.com.br

ABDI www.abdi.com.br

Programa Startup Industria www.startupindustria.com.br/




Nenhum comentário:

Postar um comentário